como cuidar de um porquinho da india

 

O que vai precisar para o seu porquinho

 

 

Ao trazer o animal para casa, deve já ter pronto o seu alojamento. Forneça-lhe alimento e água e deixe o porquinho descansar e recuperar do stress da mudança. Os potes de comida e água devem ser de material pesado, como cerâmica, para que eles não os derrubem, e que possam ser amarrados nas grades da gaiola. Para a água também se pode usar aqueles bebedouros automáticos especiais para cobaias de laboratório, que mantém a agua mais limpa.

 

 

Gaiola

 


É bom lembrar o habitat natural dos porquinhos-da-índia - América do Sul - um local com clima quente e seco. É importante também pensar que os porquinhos selvagens têm os instinctos mais apurados que os porquinhos domésticos, conseguindo detectar antecipadamente as mudanças de temperatura, com tempo para procurarem um abrigo.

 

 

 

 

O tamanho mínimo para uma gaiola de porquinhos é de 80X80cm, embora eu pense que isso não é suficiente e a minha tenha cerca de 1m por 70cm com 3 porquinhos.

 

Embora eu defenda a ideia de que os porquinhos devem ser alojados dentro de casa, pois parecem-me frágeis para estar no exterior, vou tentar falar de ambos os alojamentos: exterior e interior.

 

Exterior:

 No exterior, os porquinhos não podem procurar sozinhos um abrigo, portanto é mais fácil se o alojamento for móvel para que se possa colocar num local mais abrigado no inverno ou mais fresco no verão. Existem "gaiolas" próprias para exterior em lojas especializadas, normalmente em madeira e fechadas em cima, com apenas uma parede em rede na parte frontal. Estes abrigos devem estar levantados do chão cerca de 90 - 120cm e encostados a uma parede, primeiro para que não tombem, depois para manter os porquinhos a salvo de qualquer animal e protegidos da chuva. Deve estar num local onde o sol não incida directamente e onde não exista vento ou correntes de ar. Se mora no campo e existe agricultura por perto, cuidado com o pó que vem dos produtos utilizados na agricultura, que são fatais aos porquinhos. No inverno não se esqueça de colocar uma manta por cima da gaiola, principalmente durante a noite, para que possam estar mais quentinhos e proteja-os da chuva.

 

Interior:

No interior, o alojamento é mais simples e menos preocupante. Se existem outros animais em casa, basta mantê-los fora do quarto onde estão os porquinhos quando não estiver em casa, ou tenha uma gaiola fechada em cima e com esconderijos suficientes.

A gaiola do porquinho deve ter uma boa ventilação (paredes em grades) e deve ser grande para ele se movimentar livremente. Nunca deve ser usado um aquário de vidro, porque não tem ventilação necessária. A altura da gaiola, se for aberta em cima, deve ter 40, 45cm para que não consigam sair. É desejável um esconderijo dentro da gaiola, para que ele se possa esconder caso esteja com medo ou com vontade de se recolher a dormir. Um papelão com o fundo aberto e um buraco de lado é uma opção.

 

Os Porquinhos precisam de exercicio diário, por isso é preferível que a gaiola seja grande o suficiente para satisfazer essa necessidade, senão é aconselhável soltar o porquinho todos os dias um bocadinho. Pode fazer ou comprar uma área de recreio que deve ter tudo o que existe na gaiola. Outra opção é deixar um quarto na sua casa só para o porquinho. Neste caso, o porquinho deve poder voltar para a gaiola sempre que quiser e pode colocar caixas rasas com feno ou raspas de madeira nos cantos favoritos, para que usem como casa-de-banho, embora, pela minha experiência, eles prefiram sujar tudo mesmo :). 

Fonte:

Peter Gurney - Guinea Pig, a pratical guide for your guinea pig

 

 

Forragem da gaiola


 

Cada vez mais penso que este é um assunto muito importante visto a forragem e a frequência com que é mudada, poder contribuir para o aparecimento ou a falta de várias doenças. Como o Peter Gurney diz, um porquinho limpo é um porquinho saudável.

Quanto mais pesquiso, mais encontro nos artigos veterinários e livros de especialistas, que as raspas de madeira devem ser evitadas. Podem provocar doenças respiratórias, o que é mais grave no caso dos porquinhos, que já são predispostos às mesmas. Por outro lado, as raspas de madeira podem facilitar o aparecimento de doenças de pele, principalmente os problemas com fungos, pois secam demasiado a pele e o pêlo dos porquinhos. Além disso, as raspas de madeira absorvem muito bem a urina dos porquinhos, mas não a deixa evaporar, não sendo muito higiénico e podendo levar à acumulação de amónia (azoto transforma-se em amónio pela acumulação de urina ou de restos de comida – afecta gravemente o processo respiratório). Se utilizar raspas de madeira, use apenas as de pinho próprias para animais e prefira as que têm uma aparência mais branca e tratadas por aquecimento, sem qualquer essência ou corante.

Um dos materiais que é aconselhado então para forrar a gaiola dos nossos meninos, é colocar bastante jornal e cobri-lo completamente com bastante feno, assim os porquinhos estão constantemente a comer e o jornal deixa evaporar a urina. O facto de os porquinhos morderem ou mesmo ingerirem algum jornal não é preocupante. Primeiro porque eles apenas trincam no início por curiosidade e não em quantidades suficientes para que a tinta do jornal possa afectá-los. De qualquer forma, se parece que o porquinho anda a comer demasiado jornal, então é melhor deixar de o colocar.

Outra boa alternativa parecem ser os corncobs, um granulado natural a partir do sabugo do milho, que não provoca alergias e é bastante absorvente. Ao comprar este granulado, quanto maior melhor. Esta alternativa é mais despendiosa e mais difícil de encontrar, mas parece ser a mais segura.

O mais importante relativamente à forragem é a frequência com que ela é mudada e que a gaiola é limpa. Claro que o ideal seria limpar a gaiola todos os dias, mas mudar e limpar a cada 2 ou 3 dias já previne o desenvolvimento dos organismos que provocam as mais variadas doenças, sejam bactérias ou mesmo os ovos de mosca por exemplo. Limpando com esta frequência interrompe o ciclo de vida destes organismos, não os deixando desenvolver-se e consequentemente afectar os nossos bichinhos. Se alguma vez sentirem o cheiro de amónia ou virem fezes com fungos (camada branca por cima), então a gaiola tem de ser limpa com mais frequência. É bom também usar um desinfectante próprio para gaiolas de roedores, uma vez por semana, principalmente nos cantos com mais acumulação de urina, já que estes são os preferidos dos esporos dos fungos. Depois de secar, colocar então a nova forragem e não deixar os porquinhos por perto enquanto se desinfecta a gaiola.


Fontes:
British Association of Rodentologists - Advice Sheet 5, Routine Care
Peter Gurney - Guinea Pig, a pratical guide for your guinea pig
V.C.G. Richardson - Diseases of domestic guinea pigs

 

 

Comedouros e Bebedouros


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comedouros e bebedouros

 

Os melhores são os de cerâmica e com o perímetro da borda superior menor do que o da base, já que eles gostam de comer dentro do comedouro e isso evita que ele se vire e espalhe tudo. Os bebedouros devem ser de qualquer tipo com bico de metal e esfera, do que se compram nas lojas de animais para roedores grandes. Os comedouros e bebedouros devem ser lavados com a maior frequência possivel e desinfectados com Biocid, ou equivalente, quinzenalmente.

 

 

Alimentação


 

Alimentação

É importante lembrar que a boa saúde do porquinho-da-índia depende de uma correcta alimentação, que deve ser variada, sempre fresca e tendo também em conta os gostos pessoais de cada porquinho, porque não são todos iguais.
 

Raízes

Os porquinhos devem comer algumas raízes todos os dias, como é o caso de:
- Cenouras: cálcio, ferro, sódio, potássio, e vitaminas A, B1, B2, B6 e C (3mg por 28g de cenoura); limpa os dentes, desenvolve os músculos mastigadores, regula o sistema nervoso e o aparelho digestivo e tem propriedades laxantes (não dar em muita quantidade); a ramagem da cenoura também pode ser dada
- Nabo: verdura alcalina que estimula a acção dos intestinos por ser rico em celulose, rico em cálcio
- Beterraba: vitaminas A, B1, B2 e C (3mg por 28g de beterraba), sódio, potássio, zinco, magnésio, ferro, ácido fólico; o suco de beterraba tem propriedades diuréticas; não deve ser dada em muita quantidade pois contém ácido oxálico que pode originar problemas renais

Verduras

Todos os porquinhos necessitam de comer verduras todos os dias, para além do feno e da ração. Praticamente todas as verduras que são boas para os humanos também o são para os porquinhos, com algumas excepções:
- Alface: só se deve dar alface como guloseima, já que tem baixos valores nutritivos (de vitamina A e C, niacina, cálcio, fósforo e ferro)
- Espinafres: não dar muito; são altamente ricos em ácido oxálico que afecta o sistema digestivo dos porquinhos, ricos em ferro, cálcio, fósforo, vitaminas A e do complexo B, com propriedades laxantes

Os porquinhos, tal como os humanos, não sintetizam a própria vitamina C, pelo que necessitam de a obter através de uma boa e equilibrada dieta vegetal diária. Necessitam de uma dose de 10mg por kg de peso do porquinho, por dia, passando para 20mg/kg em período de gestação. O excesso de vitamina C não traz quaisquer problemas, já que esse excesso é excretado pelos rins, mas a falta de vitamina C pode originar sérios problemas de saúde (escorbuto, distorfia muscular, atrofia e paralisia).
É importante retirar da gaiola as verduras que não forem comidas em algumas horas, para que não apodreçam na gaiola, pois se forem ingeridas sem estarem frescas provocam diarreia nos porquinhos. 

Alguns vegetais bons para porquinhos incluem:
- Brócolos: rico em vitaminas A, B2 e C (17-20mg por 28 g de brócolos), ácido fólico, fósforo, ferro, cálcio e fibras
- Rebentos de Couve-de-bruxelas: podem ser dadas as folhas; vitaminas A, B6 e C (17-20mg por 28g), ácido fólico, ferro, potássio; em excesso podem causar distensão abdominal e flatulência
- Couve: vitaminas A, B6 e C (17-20mg por 28g), cálcio, ferro, cobre, fósforo e potássio; tem propriedades laxantes (não dar em muita quantidade)
- Folhas verdes da couve-flor: teor basicamente igual ao da couve
- Couve lombarda: ácido fólico, vitamina C, ferro
- Tomate: vitaminas A, B e C, e de sais minerais como Fósforo, Ferro, Potássio e Magnésio
- Pepino: óptimo tónico, alto teor de sílica e flúor, deve ser consumido com casca
- Aipo: podem-se dar as folhas e os talos; vitaminas A, B1 e C (2mg por 28g) 

Fruta

Quanto à fruta, alguns porquinhos adoram enquanto outros dão apenas umas dentadas e deixam de lado. É necessário um cuidado especial com as maçãs, pois alguns porquinhos têm uma sensibilidade mais alta nas membranas dos lábios, nas quais a acidez da maçã pode originar feridas abertas que, se não tratadas, podem alastrar às narinas e interior da boca. Por isso é recomendável dar maçã apenas como uma goluseima, em poucas quantidades e se verificar alguma ferida ou crosta nos lábios, corte imediatamente com a maçã.

As frutas recomendadas para porquinhos são:
- Banana: potássio, ajuda a controlar a diarreia
- Laranja: não tem tanta vitamina C como se julga, as verduras têm mais e muitos porquinhos nem lhe tocam, rica em fósforo, cálcio, ferro, iodo, potássio
- Uvas: vitaminas A, B e C, açúcar saudável, ferro, cobre, fósforo e magnésio; o sumo de uva tem propriedades diuréticas
- Melão: cálcio, fósforo, ferro, vitaminas A, B1, B2 e C, propriedades diuréticas e laxantes (não dar em muita quantidade)
- Pêra: rica em potássio, sódio, cálcio, fósforo, enxofre, magnésio, silício, ferro, fibras, vitaminas A, E, C e do complexo B
- Meloa: rica em vitaminas do complexo B, cálcio, hidratos de carbono, propriedades diuréticas
- Maçã: vitaminas A, B1, B2, B6 e C (1mg por 28g), sódio, potássio, magnésio e fósforo, as maçãs vermelhas possuem maior teor de vitaminas e minerais

Plantas selvagens

Nunca apanhe plantas à beira da estrada, provavelmente estão infectadas pelo fumo dos carros e pelo chichi dos cães que passam. É importante também que estejam livres de fungos, de mordidelas de insectos, pontos vermelhos, substância branca, etc. Não colha também em campos cultivados que podem estar contaminados com químicos usados na agricultura.
Uma boa planta selvagem é a própria relva, da qual os porquinhos de alimentaram desde sempre no seu habitat natural, rica em vitamina C e em fibras, boa para o sistema digestivo e para o desgaste dos dentes. No entanto, é mais seguro comprar erva própria para gatos à venda nas lojas de animais, do que colhê-la da rua e poder vir acompanhada de ervas venenosas para os porquinhos. A erva ou relva deve ser dada aos poucos, devagarinho, começando com poucas quantidades, para que não cause diarreia ao porquinho. Depois de umas semanas pode já dar em bastantes quantidades principalmente durante a primavera e o verão.

Algumas plantas boas para porquinhos incluem:
- Trevos (verdes, não rosa)
- Cevada (contém certas propriedades que podem originar uma doença chamada “broken back”, dar só como guloseima, em poucas quantidades)
- Dente-de-Leão (propriedades laxantes – pode provocar diarreia em excesso)
- Cardo-morto (propriedades laxantes – pode provocar diarreia em excesso)

Plantas venenosas para porquinhos:
- Anémona
- Beladona
- Corriola (planta trepadeira)
- Madeira de Buxo
- Azeda
- Celidónia
- Luva de raposa
- Cónio
- Ruibarbo (selvagem ou cultivado)
- Ramagem da batata

Se estiver indeciso se a planta é boa ou não para porquinhos, o melhor e mais seguro é não dar, para que não corra o risco de envenenar o animal.

Ração

A ração tem de ser própria para porquinhos-da-índia e que tenha vitamina C (as minha marcas preferidas incluem a Versele-laga e Extravital). É importante não esquecer que a ração perde o valor de vitamina C após 9 a 12 semanas de o pacote estar aberto. Nunca se deve dar ração de coelhos que pode conter um medicamento nocivo para os porquinhos, usado para combater a Coccidose nos coelhos, que está relacionado com mortes esporádicas em porquinhos, diarreia, diminuição da eficiência digestiva. Além disso, a ração para coelhos não satisfaz as necessidades nutritivas dos porquinhos, tem falta de vitamina C e excesso de vitamina D.
Cuidado com rações com sobrecarga de proteínas, o nível de proteínas deve estar entre 14 e 18%.

Valores óptimos de ração: Em Manutenção Em Criação Óleo 2,6% 3,5%Proteína 13% 18% Fibra 8% 11,2%


Quando e Como?

É importante estabelecer uma rotina alimentar, dando a comida sempre à mesma hora. O ideal é dar as verduras, fruta e raízes duas vezes ao dia, dando as verduras e fruta de manhã e cenouras à tarde, por exemplo. Duas folhas de verduras, uns pedacinhos de fruta e a cenoura fornecem uma boa dieta alimentar.
É muito importante que a gaiola tenha sempre feno, água e ração à disposição.
Qualquer mudança na alimentação deve ser efectuada lentamente para não originar diarreia e perturbações digestivas.
Não se devem dar alimentos directamente saídos do frigorífico, que podem também provocar problemas digestivos, é preferível deixá-los primeiro à temperatura ambiente por uns minutos. Cuidado também nos alojamentos no exterior, as verduras que ficam no alojamento durante a noite no Inverno, podem também gelar e provocar os mesmos problemas.


Fontes:
V.C.G. Richardson - Diseases of domestic guinea pigs
Peter Gurney - Guinea Pig, a pratical guide for your guinea pig
Peter Gurney - Piggy Potions

 

 

Acessórios


 

Acessórios e brinquedos (à venda em Portugal ou não - veja emhttp://os3porquinhos.tripod.com/loja.htm   o que pode comprar)

 

  •          Casinhas             

  •          Brinquedos de roer

  •          Pedra de minerais ou sais

  •          Tubos, Túneis, Chubes

  •          Ramos de árvores de fruto para roer

  •          Pedra áspera (da rua mesmo) para gastar as unhas

  •          Esconderijos

  •          Alcofas

  •          Bolas de feno

 

 

como fazer casinha para porquinho da índia


materiais utilizados:

1º:uma gaveta velha.

2º:lata de tinta de 18 litros vazia

3º:prego,martelo,serrote.

 

como fazer:

1º:recorte a parte de baicho da lata. e depois corte novamente mais do tamanho da gaveta

2º:corte um quadrado na gaveta com o serrote  para o porquinho entrar.

3º:depois de cortar a lata e a gaveta prege a lata em vouta da parte de cima da gaveta.

 

se você quiser pode fazer pesinho na casinha ... mais tenque fazer uma escadinha para o porquinho subir

 

se você ainda não viu a imgens da casinha veja esta na galeria de fotos!!!

 

 

curiosidades

 

 

 

Como já foi dito não é preciso muito para criar um porquinho. Vamos começar pelo alojamento, de preferência escolhemos uma gaiola ao invés de um aquário, em função da ventilação, que é necessária para esses animais. Essa gaiola deve ser grande o suficiente para ele se movimentar livremente, o fundo de preferência removível e sólido.

Dentro da gaiola coloque uma área para diversão, pois são animais que adoram brincar, coloquem também o local onde irão comer e beber, existem recipientes especialmente feitos pra roedores.
A alimentação se da à base de ração peletizada e para diversificar dê feno, capim, folhas como brócolis, espinafre e couve-flor.
Evite ao máximo dar alface pois isso pode causar um desarranjo intestinal.

Mantenha a gaiola higienizada ajudando assim para que o porquinho atinja sua expectativade vida, que pode chegar até 5 anos.

 Apartamento é um local apropriado para a criaçao, ja que passo a tarde inteira fora?

Apartamento ou casa para esses animaizinhos da quase na mesma ok!?Já que eles vivem na gaiola além disso sobre você passar o dia fora não tem problema porque eles têm hábitos noturnos ok!?Sem problemas quanto a isso!

Gostaria de saber como sei se a femea esta gravida?

A gestação do porquinho da índia dura em torno de 68 dias.

Qual o preço estimado de um porquinho da índia?

 Os preços variam de acordo com a pelagem:
Pêlo Comum:R$22,90
Pêlo Longo:R$55,90
Pêlo Transverso:R$31,90

Como cuidar dos filhotes que ficaram sem a mãe?

Você pode dar leite em pó misturado com água durante uns 20 dias. Dê pelo menos tres vezes ao dia.

O macho está arrancando o pelo do outro, isto é normal?

Quando porquinho da índia arranca o pêlo do outro pode ser que estejam querendo preparar um ninho, quando nos referimos a um casal. Mas se no seu caso não se trata de um casal, são dois machos então um provavelmente está estressado com o outro e está tomando essa atitude, nesse caso o melhor é separá-los.

Como eu faço pra acabar com esses piolhos?

O ideal é você dar banho morno nela para acabar com os piolhos ou então pingue apenas uma gotinha de algum anti pulgas no pescoço dela.

Como diferenciar porquinho da índia macho da fêmea?

Nas fêmeas, pode-se visualizar a membrana vaginal. Em animais mais jovens pode ser difícil a visualização destas estruturas, mas em geral as fêmeas possuem formatos que assemelham com uma fenda em Y e os machos um ponto de exclamação invertido.

Gostaria de saber se posso forrar a gaiola com jornal?

 O jornal solta tinta facilmente e isso pode prejudicar sim o porquinho. O ideal é colocar serragem ou até mesmo areia de gato para absorver os odores.

É verdade que não pode dar alface para eles?

O alface em demasia pode soltar o intestino do animal por isso é bom evitar de dar ou dê em pequenas quantidades.

Qual é a ração adequada para um porquinho da india?

Existem rações específicas para roedores que servem tanto para chinchilas como porquinhos da índia.



 

 

 

viveiros e casinhas para o seu porquinho

 

 

 

 

Picture

 

Alojamento

Antes de comprar seu porquinho-da-índia, é muito importante que você já tenha pronto o local onde irá alojá-lo, por exemplo, gaiola, viveiro, cercado, etc.

O ideal é que você tenha um lugar amplo, para que seu porquinhos se exercite e que seja fácil de limpar, um cercado no chão é a melhor opção para quem tem dois ou mais porquinhos.

O tamanho mínimo de uma gaiola/viveiro/cercado para um ou dois porquinhos é de 80x80cm de piso, sendo que quanto maior, melhor será a qualidade de vida deles.

Os porquinhos-da-índia fazem muita sujeira, sendo necessário que se limpe o alojamento uma vez ao dia, no máximo uma vez a cada dois dias.

A gaiola/viveiro/cercado pode ser revestida com jornal, serragem, feno ou areia de gato facilitando mais tarde a limpeza.

Aconselho a não usar madeira ou qualquer material com capacidade de absorção na construção do alojamento, pois são muito difíceis de limpar completamente e sempre ficará um pouco de urina retida, e o resultado disso será um cheiro desagradável.

A madeira também é capaz de abrigar parasitas, sendo depois muito difícil de se exterminar com eles, além de que porquinhos-da-índia são roedores e como tais certamente irão destruir em pouco tempo qualquer coisa que consigam roer, e a madeira é uma delas.

Os porquinhos-da-índia são animais muito tímidos, sendo necessário que os porquinhos tenham umas casinhas, uma espécie de esconderijo, onde eles possam se esconder quando se sentirem ameaçados.

Você pode usar como casinha o mesmo cubo usado para casinhas de chinchilas, ou pode ser feita de acrílico opaco, que é um material leve e fácil de limpar, mas também pode ser feito de outros plásticos e materiais.

Caso não encontre algo para fazer uma casinha, você pode utilizar uma caixa de sapato, sem tampa, com a abertura para baixo, e fazer um buraquinho para que o porquinho possa passar, mas essa caixa deve ser trocada regularmente, pois como é feita de papelão a urina ficará retida, causando mau cheiro em alguns dias.
Picture
 
Picture
 
Esta casinha deve ter o tamanho de um caixa de sapato se for abrigar um porquinho e maior se for para abrigar mais porquinhos.

Nunca aloje seu porquinho-da-índia em uma espécie de aquário, como os usadas para hamsters, ou caixas pois eles necessitam de ventilação.

Se você optar por utilizar gaiola, é desejável que seja uma gaiola como as de coelhos, que são mais amplas.

Viveiro de telas de aramado

Como os porquinhos-da-índia são animais sedentários, devemos alojá-los em um lugar amplo, onde possa fazer exercícios, a gaiola de aramado é muito boa neste caso, pois nem sempre temos tempo para deixá-los soltos fora da gaiola.

Como o preço das gaiolas se torna inviável muitas vezes no caso de ter mais de um porquinho, as telas de aramado ganham destaque. Abaixo alguns modelos de gaiolas de aramado.
 
 
Abaixo segue um exemplo de como montar uma gaiola de aramado, e um exemplo de como forrar a gaiola de aramado.
1 - Junte as telas em forma de caixa.

2 - Meça o comprimento e largura da parte interior da gaiola, não esquecendo de dar espaço aos conectores já que o forro de coroplast vai dentro da caixa de telas.

3 - Adicione 31 cm à largura e comprimento para obter uma parede de 15,5cm a toda a volta. O resultado mostrará o tamanho a ser cortado da folha de coroplast.

4 - Meça e marque as medidas internas na folha de coroplast já com o tamanho adequado:


5- Fure nas marcações internas com a ajuda de uma tessoura ou faca (cuidado para não cortar completamente a folha de coroplast):

6 - Corte, em cada canto, de modo a ficar com as dobras que serão necessárias para fazer os cantos da caixa; em seguida dobre onde foram feitos os furos.

7 - Cole as dobras com fita-durex larga e transparente, do lado exterior da caixa.

8 - Coloque a caixa dentro do quadrado feito com as telas de aramado e pronto.
 
 
 

Exemplo de como forrar a gaiola de aramado:

Picture

Forração feita pela Mí de São Paulo
Primeiro: Colocar a tela que é usada para colocar nas janelas (telas mosqueteiras), por baixo e puxar para cima;

Segundo: Colocar uma placa de polionda, ou montar com pastas escolares de polionda;

Terceiro: Uma camada de folhas de jornal;

Quarto: Forrar com plástico tipo o usado para estofados, prendendo com prendedor de roupas;

Quinto: Colocar um pano, tipo lençol.

Cercadinho feito de garrafas pets:

Este tipo de cercado é bem prático e barato.

Você só necessita de algumas garrafas pets e água.

Você pode colocar areia para que a garrafa fique mais pesada, pedras de aquário com água para que fique pesado e colorido e ainda colocar água com tinta para ficar colorido.

IMPORTANTE: esse tipo de cercado, só deve ser utilizado dentro de casa, pois na rua, o vento pode derrubar, e os porquinhos fugirem, e quando os porquinhos ainda forem bebês pois quando ficam maiores, derrubam facilmente as garrafas, o ideal é utilizá-lo de forma provisória, ou em viagens em que os seus porquinhos forem junto.
 
 

Modelos de gaiolas, viveiros e cercados

Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Modelo que achei na net, se alguém souber o dono, me avise para que eu coloque os devidos créditos!
Picture
Essa é a casinha onde vivem os meus bebes!

 

 

 

                                                           reprodução dos porquinhos da india                                                                      

 

 

 

 

 

 

 

Porquinhos-da-índia, assim como a maioria dos roedores, se reproduzem com uma rapidez fantástica. As fêmeas atingem a maturidade entre um e três meses de vida, e os machos aos dois meses. Elas entram no cio basicamente uma vez a cada dezoito dias, sendo que este dura cerca de vinte e quatro horas; mas a simples presença do macho pode fazer com que sua ovulação ocorra antes do tempo previsto.

Nunca aloje mais do que um macho numa mesma gaiola com fêmeas.

Dois machos adultos brigarão sempre pelas fêmeas, inferindo mordidas profundas uns nos outros, e se o espaço for pequeno a coisa fica ainda mais feia, pois o perdedor não terá para onde fugir.

Nunca reproduza fêmeas com menos de 400 g ( ou com menos de 3 meses de idade ), pois fêmeas muito novas podem perder a cria ou ter dificuldades na hora do parto.

Gestação e Parto
A gestação dura em torno de sessenta e oito dias. Em geral, a gravidez não apresenta nenhum problema e o parto é fácil. Na maioria das vezes as fêmeas dão à luz durante a noite. Elas limpam seus filhotes e ingerem os restos da placenta. Se houver outras fêmeas junto, freqüentemente irão ajudar a mãe a limpar a cria. Os filhotes já nascem de olhos abertos, peludos e muito ativos, ao contrário da maioria dos roedores. Poucas horas após o nascimento dos filhotes já estão aptas a engravidar novamente.



No segundo dia de vida estão prontos para ingerir alimentos sólidos. Podem ser desmamados entre dezessete e trinta dias.

Quanto maior o número de filhotes que a fêmea tiver para amamentar, mais tempo eles terão que ficar com ela; como a fêmea possui apenas duas mamas, ninhadas de quatro ou mais filhotes não devem ser separadas da mãe antes dos trinta dias. As fêmeas amamentam em pé e todas as fêmeas com crias em idade semelhante amamentam os filhotes umas das outras. A ocorrência de partos prematuros com perda de filhotes é rara, mas existe o risco.


Para aumentar as chances de uma gestação normal, evite a manipulação das gestantes, evite mudanças na vida do animal, que possam causar stress (não altere muito a alimentação neste período, não a transfira para uma gaiola nova, não a apresente para novos animais, etc.), não acasale fêmeas acima do peso, não acasale fêmeas muito jovens e não permita que as fêmeas se acasalem seguidamente.

Há casos de fêmeas criadas em ambientes com excesso de fêmeas ou que ficaram isoladas de machos por um tempo considerável de suas vidas que desenvolveram comportamentos masculinizados, chegando a realizar corte e mesmo tentar cobrir outras fêmeas. Quando fêmeas com este comportamento engravidam podem muitas vezes rejeitar a cria.

 

 

Alojamento

 

Porquinhos da índia podem ser alojados em gaiolas ou cercadinhos. Quanto mais animais, mais espaço será preciso.Quanto mais espaço, melhor!

 

 Nunca usar :

 

  Gaiolas de hamsters: São pequenas demais, possuem diversos andares podendo causar quedas e suas grades mais estreitas podem prender e até fraturar as patinhas dos porquinhos.

 

  Aquários: Mesmo que em tamanho grande, e sem tampa, não fornecem a ventilação necessária. Podendo se tornar um ambiente úmido e concentrar o odor de amônia da urina que se torna tóxica para os animais.

 

  Gaiolas de Chinchila: Possuem plataformas com vários andares para serem escaladas e podem levar os porquinhos a quedas.

 

 Pode–se usar:

 

Gaiolas de coelho: Costumam ser grandes, de um único andar e com espaços de bom tamanho entre as grades.

 

  Importante:

 O chão da gaiola não pode ser de grade. Se for, forre a gaiola para evitar que as patinhas fiquem em contato com a grade.  As grades podem causar lesões nas patinhas.

  Os porquinhos precisam ser soltos sob supervisão para brincarem e se exercitarem fora da gaiola diariamente. A gaiola é pequena para porquinhos adultos e deve ser usada apenas para aloja-los por pouco tempo, quando não ha ninguem para supervisiona-los e correm o risco de se ferir.

 

 Cercadinhos: boa opção porque costuma ser maiores que as gaiolas e em alguns casos podem ser montados de acordo com o espaço disponível. Podem ser feitos com telas aramadas conectadas uma à outra com conectores próprios. A abertura das telas deve ser inferior a 3,8cm para que filhotes não consigam passar por elas.

 

 Viveiros internos ou externos: Podem ser feitos de madeira e telas aramadas na forma e medida que você quiser. Para ficarem na área externa é importante que tenham um telhado para proteger do sol e da chuva e ficar em local protegido de correntes de ar e de predadores.

 

 

  O que colocar nas gaiolas ou cercados:

 Além do pote de comida e do bebedouro,  outros objetos podem ser colocados para aumentar o bem estar dos porquinhos:

 

 Brinquedos: expecificos pra roedores que podem ser roidos sem serem toxicos 

 Casinhas ou tocas: Porquinhos se sentem mais tranquilos e seguros se tem um lugar para se esconder. E tambem adoram caminhas fofinhas.

   

 Redes ou Tuneis: Podem ser de tecido, usados para Ferrets.

  

Tubos: Os de PVC tambem fazem muito sucesso com os porquinhos. Só é preciso prestar atenção no diametro do tubo para evitar que o bichinho cresça e acabe ficando entalado no tubo.

 Caixa sanitaria: Alguns porquinhos aprendem a fazer xixi em uma caixa plastica forrada com serragem, facilitando a higiene do sercado ou da gaiola.

 Não usar:

 Rodas ou Bolas de exercicios: Bolas e rodas não são boas para exercitar porquinhos. O formato força a coluna podendo causar lesões. O melhor é deixar o porquinho  correr solto diariamente por algum tempo desde que o lugar seja seguro e tenha sempre alguem supervisionando.  



Ler mais: http://porquinhos-da-india.webnode.com.br/alojamento2/
Crie o seu website grátis: http://www.webnode.com.pt

 

Alimentação

 

 A Importância da Vitamina C para os Porquinhos da Índia

Os porquinhos da índia não sintetizam a vitamina C e por isso precisam retirá-la dos alimentos.

A deficiência de vitamina C causa escorbuto que gera inúmeros problemas de saúde e pode levar a morte.

A necessidade diária de vitamina C de um porquinho é de 10 a 30 mg/kg.

Para que a necessidade dessa vitamina seja suprida é importante oferecer vegetais e frutas ricos em vitamina C.

Além disso, é possível dar a vitamina diretamente ao porquinho.  Pode-se utilizar vitamina C especifica para animais ou encontradas em farmácias.  A vitamina tem que ser dada diretamente na boca do bichinho e não colocada na água. O uso de uma seringa de 1 ml sem água é uma forma pratica de dar a vitamina. Cada gota contém 10 gramas de vitamina C.

Utilizar apenas vitamina C pura.  Existem vários suplementos  vitamínicos para roedores, mas como  além da vitamina C, possuem varias outras vitaminas,  se dados com muita freqüência  podem causar  problemas por excesso de vitaminas.

Não se deve colocar a vitamina na água porque ela se degrada rapidamente em contato com a luz e não é possível saber quando e nem quanta água o porquinho irá beber.

Oferecer a vitamina não significa que se possam suspend



Ler mais: http://porquinhos-da-india.webnode.com.br/alimenta%c3%a7%c3%a3o/
Crie o seu website grátis: http://www.webnode.com.pt

 

 

Higiene

 

 Os porquinhos da índia são animais muito limpos. Limpam-se frequentemente se lambendo como gatos.

 Gostam que o ambiente onde vivem esteja sempre limpo. Costumam urinar em cantos afastados da água, da comida e do local onde dormem. Podem até aprender a utilizar caixas higiênicas com serragem para fazer as necessidades.

 A falta de higiene é a causa de muitos problemas de saude em Porquinhos.

 Como os porquinhos não devem ficar sobre grades nas gaiolas, é importante que o substrato usado no fundo das gaiolas ou cercados esteja sempre limpo e seco. O comedouro e o bebedouro devem ser limpos diariamente e restos de frutas, verduras e legumes devem ser retirados todos os dias.

 

 Outros cuidados com a higiene incluem banhos, escovação, tosa , limpeza das orelhas, corte das unhas e limpeza da glândula sebácea.

 

 Escovação: 

 Porquinhos de pelagem longa necessitam de escovação freqüente para que os pelos não embaracem e fiquem livres de sujeiras. Ao serem acostumados desde filhotes, aceitam tranquilamente a escovação. Escovar com escova macia retirando os pelos soltos.

 

 Tosa:

Porquinhos de pelagem longa podem ser tosados. O corte dos pelos que estão muito longos, podem ser feitos para que o animal não fique sujo ou úmido com urina.  Diminuir o comprimento dos pelos facilita a higiene. Sempre procure pet shops onde o tosador esteja acostumado a tosar porquinhos.

 

Banho:

O banho pode ser dado em casa ou em Pet Shop. Porquinhos de pelagem curta raramente precisam de banho, mas os de pelagem longa necessitam de banhos com certa freqüência.    

  O banho deve ser dado em um ambiente com temperatura agradável, sem correntes de ar. Pode se usar uma bacia ou outro recipiente raso com água morna. Colocar o porquinho na água lentamente para que não se assuste. Não deixar cair agua nos olhos e ouvidos. Usar shampoo neutro para gatos ou especifico para roedores. Enxaguar bem retirando todo o produto. Secar usando toalha e secador. Secar completamente.

DicaBanho Relaxante: Encha com agua morna um recipiente. A quantidade de agua ideal é a suficiente para cobrir o corpo do porquinho, mas tambem para que ele possa apoiar as patinhas no fundo do recipiente. Coloque o porquinho delicadamente na agua para que ele não se assuste. Pode ser colocado um pouco de shampoo neutro na agua. Espere que o porquinho se sinta seguro, tire a mão e deixe-o por alguns minutos na agua. Depois que relaxam costumam até ficar boiando. Nunca deixe o bichinho sozinho. No caso de ter colocado shampoo na agua, não se esqueça de enxaguar bem para retirar todo o produto. Secar usando toalha e secador.  Depois desse banho o porquinho costuma ficar mais relaxado e até dormir.

 Limpeza das Orelhas:  

 A limpeza pode ser feita semanalmente. Pingue um gota de óleo mineral em cada orelha e apõs 5 minutos limpe com um pano macio ou algodão. Fique atento para ferimentos, secreções ou descamações e caso verifique algum problema, leve o porquinho a um veterinário especializado.

 

 Corte de Unhas: 

 As unhas dos porquinhos da índia crescem constantemente e quando não são desgastadas podem crescer demais ou de forma errada. Unhas muito grandes fazem com que o bichinho tenha dificuldades para caminhar ou até provocam ferimentos nas patas. As unhas podem precisar ser aparadas mensalmente. Peça ao veterinário orientação sobre como cortar as unhas. Unhas cortadas de forma errada sangram bastante. Só corte em casa se tiver segurança do que está fazendo.

 

 Limpeza da Glândula Sebácea:

  A glândula sebácea dos porquinhos da índia fica no final das costas onde ficaria a cauda. Para limpar apliquei sabão de coco,e esfregue delicadamente e enxague bem. Caso perceba alguma alteração na area com inflamação ou infecção, leve o porquinho ao veterinario. 



Ler mais: http://porquinhos-da-india.webnode.com.br/higiene/
Crie o seu website grátis: http://www.webnode.com.pt

 

Reprodução

 

 O Porquinho da Índia já pode estar apto a se reproduzir a partir dos 2 ou 3 meses. Para evitar um acasalamento precoce é importante separar os filhotes por sexo logo após a desmama.

 A idade ideal para se iniciar a vida reprodutiva do macho é por volta dos 4 meses e para a fêmea o primeiro acasalamento deve ocorrer entre os 4 e os 7 meses e a fêmea tem que ter pelo menos 400 gramas de peso. Após essa idade o corpo da fêmea termina seu desenvolvimento e os ossos pélvicos se calcificam completamente e caso a fêmea não tenha tido um parto antes dessa idade que tenha provocado a dilatação dos ossos pélvicos, esses ossos podem calcificar de forma a deixar o canal de parto estreito demais para a passagem do feto, podendo levar a morte dos filhotes e da mãe.

 As fêmeas entram no cio a cada 15 a 17 dias durante o ano todo. O cio dura de 24 a 48 horas, mas durante cada cio a fêmea só está receptiva para o macho durante 6 a 11 horas.

 As fêmeas entram novamente no cio de 2 a 15 horas após o parto, mas não devem acasalar nesse momento por estarem desgastadas pela gestação e parto e ainda terem que amamentar.

  Fêmeas muito obesas não devem acasalar devido ao maior risco de problemas.

  A gestação dura de 57 a 73 dias.  Podem nascer de 1 a 7 filhotes, mas o mais comum é de 2 a 4. Os filhotes nascem completamente formados, com pêlos, dentes, olhos abertos e com 60 a 110 gramas.

  Os filhotes devem ser desmamados com no mínimo 21 e no máximo 30 dias. Quanto maior a quantidade de filhotes, maior o tempo que os filhotes devem ser amamentados.  O peso mínimo para o desmame deve ser de 150 gramas.

  As fêmeas tem apenas um par de mamas.

 A fêmea pode entrar no cio de 6 a 8 horas após o parto, por isso o macho não pode ser deixado com a fêmea. Um acasalamento logo após o parto deixa a fêmea que ainda está amamentando muito desgastada podendo causar problemas para os fetos e para a mãe.

 Deve-se evitar ao máximo o manuseio das gestantes, pois podem ocorrer partos prematuros.  

 A amamentação dura cerca de 21 dias. Como a fêmea tem apenas 2 mamas, quanto maior o numero de filhotes a fêmea tiver, mais tempo eles terão que ser amamentados. A amamentação é muito importante apesar do filhote receber outros alimentos porque o leite materno é rico em anticorpos maternos, proteínas e gorduras.

 Apesar de mamarem os filhotes já começam a se alimentar de alimentos solidos em torno de 24 horas após o nascimento. 

Os acasalamentos precisam ser planejados para evitar consangüinidade que pode levar a filhotes mal formados e com problemas genéticos. Nunca acasale animais com algum parentesco.  

 



Ler mais: http://porquinhos-da-india.webnode.com.br/reprodu%c3%a7%c3%a3o/
Crie o seu website grátis: http://www.webnode.com.pt

 

Sexagem:

Como diferenciar machos e femeas:

 

 Femea Adulta                                                            Macho Adulto 

         

 

Femea Jovem                                                Macho jovem

         

  

Femea nascida a 12 horas                             Macho nascido a 12 horas

            



Ler mais: http://porquinhos-da-india.webnode.com.br/sexagem/
Crie o seu website grátis: http://www.webnode.com.pt